Leitura: 4 min

Inhotim para Todxs beneficia integrantes de programas sociais

Inhotim para Todxs beneficia integrantes de programas sociais

Representantes das secretarias de Saúde e de Desenvolvimento Social de Brumadinho, Mário Campos e Sarzedo oficializaram, nessa quarta-feira (17), suas participações no programa Inhotim para Todxs. O projeto socioeducativo permite o acesso de integrantes de programas sociais, associações e grupos comunitários aos acervos e espaços do Instituto, com isenção da entrada no Parque. Mais de 94 mil pessoas já foram beneficiadas pela iniciativa, desenvolvida desde 2011.

Para os três municípios citados, além da gratuidade e do acolhimento, os grupos têm transporte gratuito de ida e volta ao espaço. São atendidas instituições públicas e de organizações da sociedade civil, como Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs), Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e Organizações Não Governamentais (ONGs).

Em 2018, foram realizados mais de 11 mil atendimentos de 99 cidades de Minas Gerais, a maioria da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), além de Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

Para 2019, a meta é potencializar esse acolhimento. Segundo a diretora executiva do Instituto Inhotim, Renata Bittencourt, o projeto reforça o caráter inclusivo da Instituição. “O programa potencializa o alcance dos relacionamentos do Inhotim, trazendo um público com perfil diversificado. Por meio do acolhimento especializado da equipe Educativa, crianças, jovens, idosos e demais participantes podem desfrutar da beleza do nosso Jardim Botânico e se relacionar com as obras”, comenta.

Além da democratização do acesso ao Instituto, o Inhotim para Todxs contribui com o repertório cultural desse público. “O trabalho é bem mais amplo do que a adequação de espaços físicos. É o debate da acessibilidade de forma mais completa e plena, aumentando a aproximação com a arte, a botânica e um bom conteúdo em geral”, observa Lidiane Arantes, supervisora de Educação do Inhotim.

Os agendamentos para o programa começaram nessa terça-feira (16) e podem ser feitos por quaisquer instituições públicas e organizações da sociedade civil, por meio dos contatos: 3571-9733 e inhotimparatodxs@inhotim.org.br.

O Inhotim para Todxs tem o patrocínio do Instituto Unimed BH.

Depoimentos

“O projeto é de suma importância para a retomada da vida normal de Brumadinho, uma vez que nossos atendimentos, até então, estavam concentrados para a população mais atingida pelo rompimento da barragem”.

Jane Mota, assistente social, representante da Secretaria de Desenvolvimento Social de Brumadinho.

“O Inhotim para Todxs contribui para darmos mais oportunidades a quem não tem acesso à cultura”.

Marcelina Maria Campos França, secretária de Desenvolvimento Social de Mário Campos.

“O impacto desse projeto é muito positivo para nossa cidade. Ter um local maravilhoso como o Inhotim e próximo a nós é muito importante. É mais do que lazer, é cultura”.

Adílio Gonçalves de Oliveira, assistente social, representante da Secretaria de Desenvolvimento Social de Sarzedo.



voltar
  • Twitter
  • Facebook
  • Google +