• EN
  • 24 de abril de 2019

    Redação Inhotim


    Leitura: 3 min

    Esperança em forma de música: Orquestra da Maré se apresenta no Inhotim

    Esperança em forma de música: Orquestra da Maré se apresenta no Inhotim

    “A arte é um impulso. É essa mensagem que queremos passar para Brumadinho e para quem está no Inhotim”. Desse jeito, Carlos Eduardo Prazeres, fundador da Orquestra Maré do Amanhã, define a missão dos jovens e das crianças durante as apresentações do grupo na cidade e no Parque durante o próximo final de semana. No sábado (27/4), a orquestra faz show em Brumadinho durante o evento “A Arte Abraça Brumadinho”. Já no domingo, o palco será no Inhotim, aos pés do Tamboril, às 14h30.

    Carlos fundou a orquestra no Complexo de Favelas da Maré em 2010, como forma de continuar o sonho do pai: ensinar música a crianças e adolescentes de comunidades vulneráveis. O maestro Armando Prazeres foi assassinado um ano antes depois de ter sido sequestrado no bairro Laranjeiras. O carro dele foi encontrado na região da comunidade onde hoje seu filho conduz o projeto que realiza sua vontade de levar oportunidade e cultura para 3500 jovens entre 4 e 18 anos. “Foi a minha forma de transformar dor em esperança”, relembra.

    Hoje em dia, a Maré do Amanhã conta com a orquestra mirim e com a orquestra infanto-juvenil formando musicalmente jovens da comunidade. Durante este processo, talentos e vocações genuínas são identificados pelos professores e professoras. Esses alunos são convidados a integrar o  braço profissionalizante do projeto: a Camerata Jovem Maré do Amanhã.

    Quem faz parte desse núcleo recebe uma bolsa mensal de um salário mínimo. “Já viajamos até para Roma, para tocar para o Papa. Agora é a vez de levar a nossa música para quem mora em Brumadinho, para os bombeiros que trabalham arduamente desde o rompimento da barragem do Córrego do Feijão, e para os visitantes do Inhotim. Da mesma forma que a música apazígua a vida desses jovens músicos que vivem na pele, diariamente, tantas formas de opressão, eu penso que também pode apaziguar quem está vivendo esse momento de dor e luto”, diz Carlos.

    Durante a apresentação no Inhotim, a orquestra escolheu coletivamente um repertório diversificado. “Vai ter Asa Branca, vai ter Milton Nascimento, vai ter forró e até Michael Jackson”, adianta Carlos. O ingresso do show está incluído na entrada para o Inhotim, que custa R$ 44 (inteira). Para comprar o seu e confirmar sua presença, é só clicar aqui!

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    24 de abril de 2019

    Redação Inhotim


    Leitura: 2 min

    Lenine no Inhotim

    Lenine no Inhotim

    Itaú e Inhotim apresentam: Lenine em Trânsito.

    O cantor pernambucano Lenine retorna ao Inhotim no dia 27 de abril (sábado) para uma tarde de muita música e histórias com a turnê “Lenine em Trânsito”, que traz grandes sucessos dos seus mais de 30 anos de carreira e canções inéditas. O show é patrocinado pelo Itaú e faz parte da programação cultural e educativa de 2019 do Inhotim, que busca ajudar na recuperação de Brumadinho ocupando o Instituto com uma agenda especial e ressignificando a região. Essa agenda é o nosso convite para que as pessoas se aproximem e vivam experiências que possibilitem transformar e serem transformadas. Confirme presença.

    Observação: O ingresso para o show dá direito à entrada no Inhotim. Aproveite para visitar galerias, obras e jardins das 9h30 às 17h30. O show inicia às 15h.

    Confira quem tem direito a meia-entrada:

    — Amigos do Inhotim
    – Crianças de 6 a 12 anos;
    – Idosos acima de 60 anos;
    – Pessoas com deficiência e seus acompanhantes;
    – Estudantes;
    – Professores das redes formais pública e privada de ensino;
    – Funcionários da Vale;
    – Clientes Fiat Club Premium mais um acompanhante;
    – Participante do Clube de Assinantes Estado de Minas mais um acompanhante;
    – ID Jovem;
    – Moradores de Brumadinho participantes do programa Nosso Inhotim.

    Compre seu ingresso: inhot.im/leninenoinhotim

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    18 de abril de 2019

    Redação Inhotim


    Leitura: 4 min

    Inhotim para Todxs beneficia integrantes de programas sociais

    Inhotim para Todxs beneficia integrantes de programas sociais

    Representantes das secretarias de Saúde e de Desenvolvimento Social de Brumadinho, Mário Campos e Sarzedo oficializaram, nessa quarta-feira (17), suas participações no programa Inhotim para Todxs. O projeto socioeducativo permite o acesso de integrantes de programas sociais, associações e grupos comunitários aos acervos e espaços do Instituto, com isenção da entrada no Parque. Mais de 94 mil pessoas já foram beneficiadas pela iniciativa, desenvolvida desde 2011.

    Para os três municípios citados, além da gratuidade e do acolhimento, os grupos têm transporte gratuito de ida e volta ao espaço. São atendidas instituições públicas e de organizações da sociedade civil, como Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs), Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e Organizações Não Governamentais (ONGs).

    Em 2018, foram realizados mais de 11 mil atendimentos de 99 cidades de Minas Gerais, a maioria da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), além de Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

    Para 2019, a meta é potencializar esse acolhimento. Segundo a diretora executiva do Instituto Inhotim, Renata Bittencourt, o projeto reforça o caráter inclusivo da Instituição. “O programa potencializa o alcance dos relacionamentos do Inhotim, trazendo um público com perfil diversificado. Por meio do acolhimento especializado da equipe Educativa, crianças, jovens, idosos e demais participantes podem desfrutar da beleza do nosso Jardim Botânico e se relacionar com as obras”, comenta.

    Além da democratização do acesso ao Instituto, o Inhotim para Todxs contribui com o repertório cultural desse público. “O trabalho é bem mais amplo do que a adequação de espaços físicos. É o debate da acessibilidade de forma mais completa e plena, aumentando a aproximação com a arte, a botânica e um bom conteúdo em geral”, observa Lidiane Arantes, supervisora de Educação do Inhotim.

    Os agendamentos para o programa começaram nessa terça-feira (16) e podem ser feitos por quaisquer instituições públicas e organizações da sociedade civil, por meio dos contatos: 3571-9733 e inhotimparatodxs@inhotim.org.br.

    O Inhotim para Todxs tem o patrocínio do Instituto Unimed BH.

    Depoimentos

    “O projeto é de suma importância para a retomada da vida normal de Brumadinho, uma vez que nossos atendimentos, até então, estavam concentrados para a população mais atingida pelo rompimento da barragem”.

    Jane Mota, assistente social, representante da Secretaria de Desenvolvimento Social de Brumadinho.

    “O Inhotim para Todxs contribui para darmos mais oportunidades a quem não tem acesso à cultura”.

    Marcelina Maria Campos França, secretária de Desenvolvimento Social de Mário Campos.

    “O impacto desse projeto é muito positivo para nossa cidade. Ter um local maravilhoso como o Inhotim e próximo a nós é muito importante. É mais do que lazer, é cultura”.

    Adílio Gonçalves de Oliveira, assistente social, representante da Secretaria de Desenvolvimento Social de Sarzedo.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    11 de abril de 2019

    Redação Inhotim


    artebrumadinhocomunidadeeducaçãoinhotiminhotim; brumadinho; nosso inhotim; visitaprogramação culturalvisita

    Leitura: 5 min

    Nosso Inhotim dá entrada gratuita a quem mora em Brumadinho; cadastros começam nesta sexta (12)

    Nosso Inhotim dá entrada gratuita a quem mora em Brumadinho; cadastros começam nesta sexta (12)

    A primeira ação de cadastro do Nosso Inhotim em Brumadinho acontece nesta sexta-feira (12/4) e neste sábado (13/4), das 10h às 14h, na Rodoviária da cidade. O programa, que existia desde 2014 concedendo meia-entrada a quem comprovasse residência na cidade, agora se amplia, dando aos inscritos entrada gratuita em qualquer dia de visitação e 50% de desconto nos eventos realizados no Parque.

    A ação dá início à agenda de 2019 do Instituto, convidando todos e todas a estarem presentes no Inhotim e em Brumadinho, nossa maneira de trazer novas memórias à região.

    Antecipamos algumas dúvidas que possam surgir sobre o cadastramento:

    – Como vai funcionar o cadastro para o Nosso Inhotim?
    Nossas equipes estarão nesta sexta (12/4) e neste sábado (13/4) na Praça da Rodoviária, em Brumadinho fazendo os cadastros. É necessário que as pessoas levem um xerox do comprovante de residência e o documento de identidade. Quem fizer a inscrição com a gente nesse primeiro encontro, poderá entrar gratuitamente no Inhotim a partir da próxima sexta, no feriado da Semana Santa.  O nome dela estará em uma lista que deixaremos na Recepção.

    -Tem problema alguém da família fazer o cadastro?
    Não, desde que seja um grau de parentesco próximo (pai, mãe, filhos ou irmãos). Nesse caso, é necessário que essa pessoa leve as cópias dos documentos de identidade – que confirmem esse parentesco – e de comprovação de residência.

    -Quem pode se cadastrar no programa?
    Podem se cadastrar moradores de Brumadinho, de todas as idades, mediante a comprovação da residência na cidade. Não faremos o cadastro de crianças de até 5 anos pois elas já não pagam a entrada.

    -O que o programa vai oferecer?
    Quem se cadastrar no programa vai ter entrada gratuita e desconto de 50% nos eventos organizados pelo Inhotim.

    -A entrada gratuita será permanente?
    O cadastro é válido por dois anos, quando será necessário fazer uma nova inscrição, comprovando a residência em Brumadinho uma outra vez.

    -Só será possível cadastrar dessa vez?
    Esta será somente a primeira ação de cadastramento. Estamos planejando estendê-las durante todo o ano. A próxima oportunidade já confirmada para quem não puder ir até a Rodoviária neste primeiro momento será nos dias 10 e 11 de maio, no mesmo local.

    -Quando a carteirinha ficará pronta?
    A previsão é de cerca de vinte dias após o cadastramento. Elas estarão disponíveis na recepção onde os donos poderão buscar, mediante a apresentação de um documento de identidade.

    -Assim que eu fizer meu cadastro já será possível utilizar o benefício?
    No caso desta primeira ação de cadastramento, as entradas para os inscritos estarão liberadas a partir da outra sexta (19/4). Em outras situações, as pessoas inscritas serão avisadas sobre o prazo para entrega no dia em que as inscrições serão feitas.

    -Vocês planejam outras ações para a cidade?
    Os cadastros do programa Nosso Inhotim representam o começo de uma agenda de programações culturais e educativas que têm como objetivo principal trazer a presença das pessoas para Brumadinho e para o Inhotim. O segundo evento especial já confirmado nessa agenda será o show do Lenine, marcado para sábado (27/4) e a apresentação da Orquestra da Maré no domingo (28/4). As pessoas inscritas no programa terão direito à meia-entrada no dia do show (compre seu ingresso clicando aqui), e à entrada livre no dia da orquestra.

    Esperamos pelos moradores e moradoras de Brumadinho durante todo o ano!

    Confirme, inspire e espalhe sua presença por aqui!

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    10 de abril de 2019

    Redação Inhotim


    Leitura: 4 min

    Inhotim busca novos olhares com mudança na diretoria

    Inhotim busca novos olhares com mudança na diretoria

    Antonio Grassi assume o cargo de diretor-presidente e Renata Bittencourt, experiente gestora cultural, a Diretoria Executiva

    A mudança na diretoria do Instituto busca aprimorar a gestão para o desenvolvimento de projetos ainda mais relevantes no contexto atual, além de ampliar o papel do Inhotim como interlocutor cultural. Renata Bittencourt, ex-diretora do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), assume o cargo de diretora executiva do Inhotim. Com vasta experiência profissional e acadêmica nas áreas de arte, educação e cultura, Renata chega para agregar um novo olhar aos trabalhos do Instituto e somar esforços na recuperação da cidade.

    Antonio Grassi assume o cargo de diretor-presidente. Na Instituição desde 2012, ele assina a programação cultural e é responsável pelas relações institucionais do Inhotim. “Além de principal indutor do turismo de Brumadinho, o Instituto tem um papel importante na consolidação e divulgação da arte, cultura e ecologia, tanto no Brasil quanto no mundo. Buscamos sempre aprimorar nossos processos, tendo em mente a promoção do desenvolvimento humano e a construção do pensamento crítico de jovens, estudantes, cidadãos, cidadãs e os mais diversos públicos”, ressalta Grassi.

    Renata é doutora em História da Arte pela Universidade Estadual de Campinas e trabalhou em diversas instituições culturais que são referências no país. No Ibram, atuou como diretora de Processos Museais. Foi também secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, responsável pela gestão da Unidade de Formação Cultural da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e gerente do Núcleo de Educação do Itaú Cultural por dez anos. Durante sua vida acadêmica, pesquisou temas como a representação do homem negro e da mulher negra na pintura do século XIX.

    A gestora cultural é de São Paulo e planeja desenvolver um trabalho de reconexão do Inhotim com a comunidade, mostrando aos visitantes que a arte pode – e deve – ser concebida de forma sustentável. “É imprescindível enxergar a Instituição com um olhar voltado para o território local e também para a arte e a cultura numa escala global”, afirma Renata.

    Para a diretora, apesar de desafiador, o contexto atual – em que o município busca se reerguer após o rompimento da barragem do Córrego do Feijão – é uma oportunidade para o Inhotim reforçar seus vínculos com a cidade de Brumadinho. O Instituto possui cerca de 600 funcionários, entre diretos e indiretos; 80% são moradores da região.

    “Em um país onde os obstáculos parecem intransponíveis, o Inhotim se estabelece com essa vocação de ser único, forte e belo. É uma experiência única poder construir um trabalho em meio a um jardim botânico e a um acervo artístico que oferecem a públicos diversos uma experiência que eles não encontram em nenhum lugar. No Inhotim tem sempre algo novo para o olhar do visitante. Poder entender isso e contribuir com a expansão e a consolidação do Inhotim vai ser uma vivência muito rica”, completa.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    Página 1 de 4012345...102030...Última »