• EN
  • 16 de agosto de 2018

    Antonio Grassi


    artebotânicabrumadinhoeducaçãovisita

    Leitura: 6 min

    3 milhões de visitantes

    3 milhões de visitantes

    Quando o Inhotim abriu suas portas à visitação pública, em 2006, Brumadinho era um município pequeno, dedicado à mineração e à pecuária, sem qualquer traço de atividade turística em suas ruas empoeiradas de minério de ferro. Doze anos depois, a cidade ganhou um alfinete colorido no mapa de todo aquele que, no Brasil e no exterior, gosta de arte, de natureza e de viajar. Este agosto que começa agora trouxe um número capaz de traduzir toda essa transformação: 3 milhões. Este é o total de visitantes que estiveram em Brumadinho para conhecer as obras de arte e o jardim botânico do Inhotim.

    Este número carrega alguns significados nem sempre percebidos de imediato. Falo, por exemplo, do grande impacto da Instituição em toda a região de Brumadinho. Me refiro, ainda, à grande responsabilidade dos gestores do Instituto em manter vivos os sonhos e a sede de conhecimento das pessoas tocadas pela magia do Inhotim. Na última semana, colhemos boas notícias na área de governança e compliance, que contribuem efetivamente para a perenização do Inhotim. Já chego lá!

    Antes, é preciso entender melhor o universo do Inhotim. Para abrigar e alimentar tanta gente, dezenas de pousadas, hotéis e restaurantes pela cidade foram abertos nos últimos anos. Dos cerca de 600 funcionários diretos e indiretos do Museu, 90% são moradores da região e muitos jovens têm no Inhotim seu primeiro emprego. Por ano, são recebidas 50 mil pessoas da comunidade escolar, entre alunos e professores, com destaque para a rede pública de ensino da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

    Inhotim desenvolve trabalho de resgate histórico, preservação e desenvolvimento da cultura das comunidades do entorno; mantém uma escola de cordas com jovens da região; oferece formação para estudantes e professores a partir dos seus acervos artístico e botânico, e forma jovens protagonistas nas discussões contemporâneas.

    Seu modelo inovador e único, mesmo considerando os museus do mundo, transforma a visita às obras de arte em um encantador passeio por um imenso jardim com quase 5 mil espécies de plantas. É uma experiência que distancia o Inhotim dos museus urbanos e atrai turistas de todas as partes.

    Segundo pesquisa da Vox Populi, pouco mais da metade dos visitantes são de Minas Gerais, um terço de outros estados e mais de 10% de outros países – importante ressaltar que, durante a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, 20% dos visitantes eram estrangeiros.

    São 140 hectares que acolhem 23 grandes galerias – 19 permanentes e quatro temporárias – e outras 23 obras de grande escala distribuídas ao ar livre. Todas elas levando inquietação e reflexão sobre o mundo em que vivemos – traço característico da arte contemporânea. Aos 140 se somam outros 249 ha de uma RPPN (Reserva Particular de Patrimônio Natural). Pelos jardins, há espécies de todos os continentes, muitas delas raras e ameaçadas de extinção.

    Por tudo isso, o Instituto Inhotim compreende que sua perenização é um compromisso com toda essa gente que frequenta ou que deseja conhecer o lugar e os acervos lá distribuídos. E, é claro, que perenização passa por excelência de gestão e transparência, de forma a atrair empresas e entidades públicas e privadas interessadas em participar do esforço de manter abertas as portas do Inhotim.

    Por isso, com muita alegria, recebemos, na semana passada, o relatório das contas de 2017 das mãos de representantes da Ernst & Young, empresa internacional de auditoria. É o quinto ano consecutivo que elas são aprovadas sem ressalva. Desta vez, a boa notícia vem acompanhada de um plano de ação com 19 produtos e procedimentos para melhoria, modernização e fortalecimento do compliance da gestão do Inhotim, preparado pela consultoria Smart Gov.

    Dentre as propostas da Smart Gov, estão incluídos criação de Código de Ética e de Conduta do Instituto Inhotim, Comitê de Ética, Compliance Officer; incentivo à adoção de medidas de integridade entre parceiros de negócio; política anticorrupção; planejamento estratégico e governança corporativa; segurança da informação e transparência; avaliação de risco e melhoria contínua; responsabilidade social; e adesão ao Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção.

    Todas essas medidas são fundamentais para a manutenção do Inhotim e têm o respaldo do Conselho de Administração. Certos de que estamos no caminho certo, agradecemos aos parceiros que nos ajudam a despertar a consciência crítica instigada pela arte contemporânea, aliada à sustentabilidade ambiental. E obrigado a cada um dos 3 milhões de visitantes que contribuíram para materializar esse sonho. Se depender da gente, os alfinetes coloridos não deixarão de se multiplicar.

    _

    Artigo publicado no jornal Estado de Minas.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    30 de maio de 2018

    Redação Inhotim


    botânicaeducaçãoinhotimmeio ambientevisita

    Leitura: 13 min

    Plantas nativas do Inhotim são tema da Semana do Meio Ambiente

    Plantas nativas do Inhotim são tema da Semana do Meio Ambiente

    Entre os dias 5 e 10 de junho, o Inhotim promove a Semana do Meio Ambiente (SMA), que terá como ponto de partida as coleções de plantas nativas cultivadas e preservadas no Instituto, além da apresentação de boas práticas voltadas para a conservação da biodiversidade local e global. Entre outras atividades, a programação para o público inclui distribuição de mudas nativas, apresentação da Escola de Cordas Inhotim, visitas mediadas, experiências audiovisuais, jogos e rodas de conversa.

    Para 2018, a equipe técnica do Jardim Botânico Inhotim fez uma seleção inédita de plantas nativas de seu acervo, que serão utilizadas nas diversas atividades ofertadas ao público. Ao longo da programação, os participantes poderão levar para casa mudas de ipê-branco, palmeira-juçara e tamboril. Serão disponibilizadas 250 mudas produzidas no Viveiro Inhotim a partir de sementes das árvores matrizes que compõem o acervo botânico do Instituto.

    Para o diretor do Jardim Botânico, Lucas Sigefredo, a Semana do Meio Ambiente, realizada anualmente, reafirma o compromisso do Inhotim com a conservação da biodiversidade: “O evento é um convite ao público para se engajar nas questões ambientais. Entender o papel das plantas nativas é fundamental no processo de sensibilização e de engajamento individual e coletivo. Na medida em que as pessoas conhecem e se aproximam do meio que as circundam, elas atribuem valor e cuidam. Nesse contexto, o Inhotim é um importante espaço de troca, reflexão e inspiração”.

    Localizado na cidade de Brumadinho (MG), o Inhotim está inserido no bioma Mata Atlântica com encraves de Cerrado – dois biomas com alta riqueza biológica. Além das plantas exóticas (provenientes de fora da flora original local), o Instituto abriga um relevante acervo botânico com milhares de espécies nativas, incluindo plantas raras, endêmicas e ameaçadas de extinção. As espécies são usadas pela equipe do Jardim Botânico e pelo Educativo Inhotim para atividades de educação, pesquisa, conservação e lazer.

    Confira a programação completa da SMA:

    Visita mediada: Nos jardins do Inhotim, paisagismo e coleção botânica

    Os admiradores da natureza vão conhecer de maneira mais aprofundada as principais famílias botânicas do Inhotim, com foco nas plantas nativas, incluindo as raras, endêmicas e as ameaçadas de extinção. O convite é à experimentação dos singulares jardins do Instituto de maneira exclusiva, percorrendo também espaços que não são abertos à visitação livre, como o epifitário e a estufa equatorial. Os participantes e mediador vão conversar sobre paisagismo, história dos espaços botânicos do Inhotim, manutenção dos jardins, produção de plantas e a aplicabilidade de algumas técnicas no dia a dia. A visita é mediada pelo engenheiro agrônomo do Inhotim, Juliano Borin, e possui duração de 2h30.

    Quando: 09/06 (sábado)
    Horário: 14h às 16h30
    Local: Saída da Recepção
    Vagas limitadas: 25 vagas – R$ 40 por pessoa.
    Inscrição prévia: Na Recepção, no dia da atividade, entre 9h30 e 14h.

    Ativação do Jardim Temático Veredas
    Nesta atividade, os visitantes são convidados a participarem de uma ação em um dos sete jardins temáticos do Instituto, o Jardim Veredas. No espaço, é possível conhecer espécies típicas desta fitofisionomia do Cerrado, as Veredas, como a Mauritia flexuosa, popularmente conhecida como buriti, que é uma das maiores palmeiras brasileiras existentes. Referência na literatura brasileira, as Veredas também são importantes pelas relações socioambientais estabelecidas com as comunidades. As populações locais se refugiam nesses espaços de atalho e abrigo da fauna e fazem uso dos recursos naturais presentes. A proposta educativa é, então, a criação de um “atalho” para que os visitantes ativem suas percepções sensoriais, integrando-se aos elementos sutis que se fazem presentes nesse jardim do Inhotim.

    Quando: 05, 07, 12 e 14 de junho (terças e quintas)
    Horário: 14h às 16h
    Local: Jardim Temático Veredas (J5, no mapa)
    Público: livre

    Visita Temática – Syagrus
    O Jardim Botânico Inhotim tem uma importante coleção composta por grande variedade de plantas brasileiras, além de espécies originárias dos cinco continentes. A Visita Temática convida o público a conhecer a expressiva coleção das palmeiras cultivadas e salvaguardadas do gênero Syagrus, que é bastante representativo dentro do acervo botânico do Inhotim, incluindo algumas espécies presentes na lista vermelha de extinção. A maioria das espécies encontra-se sob ameaça pela expansão da agricultura, especialmente as de pequeno porte, comuns nos cerrados.

    Quando: 06 a 29 de junho (quartas, sábados, domingos e feriados)
    Horário: 10h30
    Local: Saída da Recepção
    Público: livre, 25 vagas, inscrição no local a partir das 10h.

    Estação Educativa para Visitantes – Experiência Macro-Micro
    Produzida originalmente para a exposição internacional “Inhotim: at the Crossroads of Glocal Change” (Inhotim: na encruzilhada da mudança glocal), realizada pelo Inhotim em Washington (EUA), em 2017, este trabalho será disponibilizado na Estação Educativa. O jogo de aproximação do macro ao micro revela novas texturas, cores e formas. Propõe uma reflexão sobre o outro, sobre o todo e sobre a vastíssima diversidade do nosso planeta. Uma trilha sonora produzida pelo grupo O Grivo acompanha a atividade. Além desse trabalho, estarão em exposição lâminas de espécies nativas do Inhotim, algumas ameaçadas de extinção, disponibilizadas pelo Jardim Botânico, para observação em microscópio. Curiosidades sobre a evolução das espécies botânicas e suas estruturas adaptativas serão abordadas. Os visitantes também serão convidados a interagir no mural de experiências presente na Estação, respondendo à pergunta: “qual seu papel individual e coletivo para a conservação da biodiversidade?”.

    Quando: 05 a 09 de junho (terça a sábado)
    Horário: 10h às 16h (terça a sexta) e 10h às 17h (sábado)
    Local: Centro de Educação e Cultura Burle Marx
    Público: livre

    Experiência de realidade virtual – Inhotim 360°
    Produzida originalmente para a exposição internacional “Inhotim: at the Crossroads of Glocal Change”, a experiência “Inhotim 360°” será remontada na Biblioteca do Inhotim. Experimentar as paisagens de Inhotim é um convite ao deleite dos sentidos. O exercício da percepção através de um passeio virtual em 360 graus pelos jardins e remanescentes de mata nativa nos incita a buscarmos mais conhecimento e intimidade com a natureza que nos cerca e nos compõe. Uma trilha sonora produzida pelo grupo O Grivo acompanha a atividade. Equipamentos utilizados: óculos de realidade virtual e fones de ouvido sem fio.

    Quando: 01 a 30 de junho (de terça a sábado)
    Horário: 09h30 às 16h30
    Local: Biblioteca Inhotim
    Público: livre

    Apresentação Escola de Cordas Inhotim
    Criada em 2012, a Escola de Cordas Inhotim oferece a oportunidade de aprendizado musical em instrumentos de corda – violino, viola de arco, violoncelo e contrabaixo acústico. Sua realização tem evidenciado a vocação musical de Brumadinho e ampliado o leque de experiências e referências musicais dos alunos, que têm entre 10 e 18 anos. Na SMA, sob regência do maestro César Timóteo, os alunos apresentarão um repertório variado, incluindo composições de cunho didático e pedagógico trabalhadas durante o processo de formação musical dos alunos. A Escola de Cordas tem o patrocínio exclusivo da Vale por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

    Quando: 08 de junho (sexta-feira)
    Horário: 15h
    Local: Centro de Educação e Cultura Burle Marx
    Público: livre

    Acolhimento especial Inhotim para Todxs
    O Inhotim para Todxs é um projeto de democratização do acesso que ocorre desde 2011 e já atendeu a mais de 83 mil pessoas. Grupos que desenvolvem projetos sociais têm isenção da entrada e um acolhimento realizado pela equipe do Educativo. Durante a SMA, no momento do acolhimento, os participantes do projeto poderão conhecer mais sobre a árvore tamboril, uma espécie nativa presente nos jardins do Inhotim e também refletir sobre a importância dos jardins botânicos para a conservação das espécies nativas.

    Quando: 05 a 10 de junho (terça a domingo)
    Horário: 9h30 ou 14h
    Local: debaixo da árvore tamboril (B1, no mapa)
    Público: participantes do projeto Inhotim para Todxs

    Jogo Memorizando a Biodiversidade
    No jogo “Memorizando a Biodiversidade”, a fauna e a flora do Inhotim são os personagens principais. Crianças e adultos serão convidados a conversar sobre espécies botânicas que são destaque no paisagismo dos jardins do Inhotim, além de exemplares da Mata Atlântica e Cerrado, pertencentes à RPPN Inhotim. A fauna silvestre e doméstica também será ponto de partida para as discussões.

    Quando: 05 a 10 de junho (terça a domingo)
    Horário: 9h30 às 16h30 (de terça à sexta-feira) e 9h30 às 17h30 (aos sábados, domingos e feriados) Local: Recepção do Viveiro Inhotim
    Público: livre

    Biblioteca: Centro de Referências
    Em consonância com a SMA em Inhotim, a Biblioteca preparou o Centro de Referências para a realização de pesquisas e consultas acerca dos temas e famílias botânicas trabalhadas nas programações da semana. Visitantes, pesquisadores e colaboradores do Instituto podem ter acesso aos materiais. Dentre as temáticas em destaque, encontram-se bibliografias sobre os dois biomas desta região de Minas Gerais, Mata Atlântica e Cerrado; e também livros sobre algumas das principais coleções botânicas do Instituto, sendo elas as aráceas, arecaceaes (palmeiras) e orquídeas.

    Quando: 01 a 30 de junho (de terça a sábado)
    Horário: 09h30 às 16h30
    Local: Biblioteca Inhotim
    Público: livre

    Estação Educativa Itinerante
    A Estação Educativa Itinerante é uma plataforma educativa que visa a compartilhar as experiências de visitação entre os visitantes e educadores do Instituto por meio da ocupação dos espaços do Inhotim. Além de contribuir nos trajetos de visitação do público livre, as Estações promovem uma pesquisa de materiais presentes nos acervos em conjunto com as práticas pedagógicas da educação. Durante a programação da SMA, a Estação Itinerante disponibiliza um acervo bibliográfico sobre plantas nativas. Participe e conheça curiosidades sobre algumas espécies nativas presentes no Inhotim.

    Quando: 06 de junho (quarta-feira)
    Horário: 10h às 16h
    Local: Centro de Educação e Cultura Burle Marx
    Público: livre

    Venha participar da Semana do Meio Ambiente!
    Para comprar seu ingresso online e evitar filas, clique aqui! 

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    11 de outubro de 2017

    Redação Inhotim


    artedia das criançaseducaçãoexperiênciaferiadovisita

    Leitura: 4 min

    Dia das Crianças no Inhotim

    Dia das Crianças no Inhotim

    O tão esperado feriado de outubro está chegando, e o Educativo Inhotim preparou atividades especiais para comemorar o Dia das Crianças. Durante o recesso, o Instituto funciona das 9h30 às 17h30, com entrada a R$ 44 (inteira). Lembramos que os pequenos de até seis anos não pagam entrada.

    Na Estação Jardim – Descobertas Sensoriais, pequeninas e pequeninos e os adultos acompanhantes são estimulados a descobrir todos os sentidos brincando com diferentes texturas, cores e sons! A atividade acontece a partir das 10h do dia 12/10, no jardim próximo à Galeria Mata (ponto G1 no mapa).

    Já na Estação Jardim – Brincadeiras de Quintal, a diversão acontece com o resgate de brincadeiras tradicionais brasileiras. Brincar de amarelinha, cantar ciranda e pular corda são algumas das atividades para toda a família que rolam a partir das 14h30 do dia 12/10, no jardim próximo à obra Magic Square (ponto A12 no mapa).

    E também tem atrações que acontecem durante todo o mês de outubro!
    É o caso do Jogo Memorizando a Biodiversidade, que convida crianças e adultos a conversar sobre espécies botânicas que são destaques no paisagismo dos jardins do Inhotim. Uma ótima oportunidade para conhecer mais sobre as faunas silvestre e doméstica e sobre os biomas Cerrado e Mata Atlântica. O jogo acontece das 10h às 16h de terça a sexta-feira e das 10h às 17h aos sábados, domingos e feriados de outubro, sempre na Estação Educativa para Visitantes.

    Para o restante da família, também são oferecidas atividades que propõem uma experiência mais completa entre os acervos do Parque. A Visita Temática Revelando Memórias resgata lembranças adormecidas a partir das experiências com os acervos artístico, botânico e histórico-cultural. A Visita Panorâmica explora várias possibilidades de percurso pelo Inhotim a partir da reflexão sobre o lugar e seus acervos. Além das visitas mediadas, a Biblioteca Inhotim e a Estação Educativa para Visitantes são espaços que você não pode deixar de conhecer na sua vinda ao Museu.

    Com a programação garantida, é hora de providenciar o seu ingresso online!

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    29 de agosto de 2017

    Redação Inhotim


    músicaprogramaçãovisita

    Leitura: 8 min

    Noite Aberta: arte contemporânea, música e gastronomia no Inhotim

    Noite Aberta: arte contemporânea, música e gastronomia no Inhotim

    Garanta seu ingresso para o Inhotim Noite Aberta!

    Pelo segundo ano consecutivo, o Inhotim abre suas portas para uma programação noturna, em um formato que reúne arte contemporânea, música e gastronomia. A segunda edição do Inhotim Noite Aberta acontece no dia 30 de setembro, sábado, e recebe os shows de Thaís Gulin, com participação especial de Flávio Renegado, e Minimalista, que convida Lucas Santtana.

    As Galerias Praça, Cildo Meireles, Rivane Neuenschwander e Fonte permanecerão abertas até 21h30 com mediação do Educativo Inhotim. Segundo o diretor executivo do Instituto, Antonio Grassi, a proposta é que o público tenha uma experiência múltipla. “O Inhotim Noite Aberta foi um sucesso no ano passado e queremos repetir e melhorar este ano. Ao deixar parte de nosso acervo aberto para visitação noturna, queremos despertar no visitante novos olhares e sensações no Inhotim, além de criar o diálogo com outras expressões culturais como a música e a gastronomia’’.

    O palco será montado próximo à árvore Tamboril, na área central. Já o ambiente de gastronomia, realizado pela Amadoria, ocupará o Largo das Orquídeas. Os ingressos do evento já estão à venda e dão direito também à visitação durante o dia.

    Viabilizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, Inhotim Noite Aberta tem o patrocínio da Cemig e do Governo de Minas Gerais. A edição inaugural do projeto foi realizada no ano passado como parte das comemorações dos 10 anos do Inhotim. Na ocasião, a cantora mineira Fernanda Takai gravou o DVD de seu mais recente disco solo, “Na medida do impossível”.

    OS ARTISTAS
    Thais Gulin - blog

    Thaís Gulin
    Nascida em Curitiba e radicada no Rio há 12 anos, Thaís Gulin chamou atenção não apenas da crítica especializada, mas também dos compositores que gravou em seu álbum de estreia, “Thaís Gulin”, (2007), pelo seu jeito singular de apresentar suas canções. Além da turnê nacional com o show ôÔÔôôÔôÔ – trabalho lançado em 2011 -, Thaís realizou três turnês pela Europa, passando pelo Museu Guggenhein em Bilbao, Frankfurt, Londres (Ronnie Scotts), Madri, Roma, Porto, Coimbra e Lisboa, além de temporadas no Brasil. Em 2013, Thaís lançou o videoclipe “Cinema Big Butts”, junção de “Cinema Americano” (Rodrigo Bittencourt) e “Baby Got Back” (Sir Mix a Lot), com direção de Gringo Cardia.

    Flávio Renegado
    Flávio Renegado é um artista que desde o início da carreira parecia prever que suas músicas percorreriam o mundo. Nascido e criado na comunidade do Alto Vera Cruz, em Belo Horizonte, deu o nome de “Do Oiapoque a Nova York” a seu primeiro trabalho. Lançado no fim de 2008, o CD apresenta uma mistura de hip hop com ritmos brasileiros, latinos e jamaicanos. Desde então, o artista conquistou prêmios como o de “Artista Revelação” (prêmio Hutúz) e em 2011 com “Minha Tribo é o Mundo”, seu 2º álbum, conquistou o “Destaque do ano” (prêmio Contigo MPB FM). Flávio circulou com os dois CDs pelo Brasil, Europa, Oceania e todas as Américas, concluindo um ciclo ao se apresentar em Nova York em pleno Central Park, no festival Summer Stage. O mundo comprou a sua música.

    Thales Minimalista
    Thales Silva, o Minimalista, é cantor e compositor já conhecido no meio independente, nacional e local, com a banda A Fase Rosa e é também um dos criadores do bloco de carnaval Juventude Bronzeada, de Belo Horizonte. Esse ano o cantautor lançou seu segundo disco solo, o “Banzo”, que contou com um time de excelentes músicos mineiros além da participação especialíssima de Gui Amabis e Teago Oliveira (Maglore). Os shows do Banzo tem mostrado o lado mais sensível e intenso do compositor. A MPB, seu pilar, ganha novas cores com pitadas psicodélicas, sons e ruídos urbanos, sob uma base ritmica muito rica e brasileira. A proposta é a experiência de uma super exposição dos sentimentos, das forças e das fragilidades do artista.

    Lucas Santtana
    O multiartista Lucas Santtana possui um extenso currículo no campo das artes, tanto como compositor quanto como instrumentista. Com sete discos gravados e 17 anos de carreira, cujo marco oficial é o lançamento de seu primeiro álbum, em 2000, Eletro Ben Dodô, Santtana também carrega na bagagem interessantes projetos com músicos consagrados e em ascensão. Ao longo dos anos, sua empreitada autoral rendeu diversos frutos positivos, como o reconhecimento da inventividade e qualidade de seus trabalho pelos principais críticos e curadores do país, bem como dos grandes veículos midiáticos do Brasil, Europa e Estados Unidos. Em 2017, ele lançou o disco Modo Avião, que conta com livro mais CD.

    SERVIÇOS
    Evento: Inhotim Noite Aberta
    Data e horário
    30 de setembro, de 17h30 às 21h30

    Ingressos:
    Lote promocional – Inteira: R$ 40;  Meia: R$ 20 (esgotado)
    Segundo lote – Inteira: R$ 60; Meia: R$ 30
    Compras no site do Ingresso Rápido e na Recepção do Inhotim.

    Programação:
    17h30: show de Minimalista (BH), com participação especial de Lucas Santtana (BA)
    19h: show de Thaís Gulin (PR), com participação especial do Flávio Renegado (MG)
    16h às 21h30: espaço gastronômico realizado pela Amadoria no Largo das Orquídeas
    17h30 às 21h30: visita noturna nas galerias Praça, Cildo Meireles, Rivane Neuenschwander e Fonte

    Transporte até o Inhotim:
    Vans da Belvitur, operadora de turismo e eventos do Inhotim
    Onde: saída do Hotel Holiday Inn, rua Professor Moraes, 600 – Funcionários – BH/MG
    Horário especial para o Noite Aberta:
    15h30 – saída do transfer Hotel Holiday Inn/Inhotim
    22h00 – retorno Inhotim/ Hotel Holiday Inn
    Horário regular: Saída às 8h30, retorno às 17h30
    Valor: R$ 66 por pessoa ida e volta
    Como comprar: venda antecipada por telefone (31) 3290-9090 ou 3290-9180 ou pelo site belvitur.com.br

    OBS.: Caso o visitante prefira retornar às 22h, não haverá alteração de valor, porém é preciso no mínimo 10 pessoas. Somente trecho de volta, o valor é R$ 35 por pessoa, e pode ser adquirido somente no quiosque da Belvitur, localizado perto da recepção, no dia do evento.

    Ônibus Saritur
    Onde: saída da Rodoviária de Belo Horizonte – Praça Rio Branco, 100 – Centro
    Horário: Saída às 8h15, retorno às 17h30
    Valor: ônibus executivo – R$ 36,20 (ida) e R$ 32,50 (volta).
    Mais informações: www.saritur.com.br

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    05 de julho de 2017

    Redação Inhotim


    experiênciasMECAInhotimvisita

    Leitura: 8 min

    Inhotim oferece programação especial durante o MECA

    Inhotim oferece programação especial durante o MECA

    O MECAInhotim acontece nesta sexta-feira (7), sábado (8) e domingo (9) com uma programação que mistura música, palestras e diversas outras experiências nos espaços do Instituto. Além dos shows de artistas nacionais e internacionais, o festival também vai contar com uma programação especial pensada pelas diferentes equipes do Inhotim, a fim de mostrar como os temas relacionados à instituição podem ser abordados de formas diferentes.

    As atividades acontecerão dentro do horário de funcionamento normal do Parque, das 9h30 às 16h30 na sexta e das 9h30 às 17h30 nos finais de semana. Logo depois, a programação noturna segue com os shows.

    Confira as experiências inéditas preparadas pelo Inhotim para o público do MECA e participe:

    SÁBADO, 08 DE JULHO

    As plantas psicoativas e a arte de Adriana Varejão e Tunga
    A visita mediada irá abordar as plantas psicoativas presentes na Galeria Adriana Varejão (G7), seus usos por populações tradicionais e na medicina atual, deslocamentos da percepção causados pela Galeria Psicoativa Tunga (G21) e a conexão das plantas nativas e exóticas do entorno com a temática. Através de uma caminhada entre as galerias e investigações em algumas de suas obras, a atividade propõe provocar a discussão sobre essas plantas que geralmente carregam conceitos e pré-conceitos, tendo como ponto de partida os acervos de arte e de botânica do Inhotim.
    Horário/Local de saída: Das 11h às 13h / destaque botânico Corifa (B12), ao lado da Galeria Adriana Varejão (G7)

    InhotimCaching: nos bastidores do Meio Ambiente
    Já pensou desvendar o Inhotim e os bastidores relacionados à Gestão Ambiental, usando o GPS do celular como ferramenta? Serão distribuídos pelo Parque diversos tipos de objetos (cachings) escondidos em locais estratégicos, que serão localizados por meio de aplicativo de geolocalização. A cada caching, os participantes vão descobrir dados e locais inusitados que podem passar despercebidos em uma visita tradicional. Cada caching conterá uma informação, elemento ou instrumento instigante, aprofundando a experiência no Inhotim.
    Horário/Local de saída:  Das 10h às 12h / Caching Ponto de Partida (indicado no APP Geocaching)

    Oficina de Minijardim: cultivo doméstico e consumo consciente
    Na oficina, os visitantes receberão noções básicas de jardinagem e dicas de plantio para produzir sua própria jardineira em casa. Serão utilizadas algumas espécies de plantas aromáticas e condimentares, que podem ser utilizadas no contexto doméstico. A oficina também estimula reflexões sobre boas práticas ambientais e consumo consciente.
    Horário/Local de saída: Das 11h às 13h / Largo das Orquídeas (J7)

    Pequenos Propositores: Atividade para crianças
    Enquanto os responsáveis visitam Inhotim e participam de outras atividades do festival, as crianças, acompanhadas pelos educadores do Instituto, realizam uma visita e práticas educativas que exercitam a criatividade e constroem significados sobre os acervos artístico, botânico e histórico-cultural do Instituto a partir do olhar dos participantes.
    Horário/Local de saída:  Das 10h às 16h / Recepção

    DOMINGO, 09 DE JULHO

    As orquídeas no paisagismo do Inhotim
    A partir da experiência como orquidófilo e monitor do Inhotim, Luan Almeida irá conduzir visita mediada sobre as orquídeas e a disposição das flores no paisagismo do Parque. Além de conhecer os espaços destinados às Cattleya walkeriana e Vandas, os participantes receberão dicas de cultivo, informações e curiosidades sobre o tema.
    Horário/Local de saída: Das 10h às 12h / Largo das Orquídeas (J7)

    Por que ainda fotografamos?
    A proposta da conversa e abordar o ato fotográfico na contemporaneidade contemplando o tempo como fator fundamental. Vamos partir do princípio de que o tempo é a unidade de medida essencial que atesta a existência humana e essa noção vem contagiando cada vez mais a ação de fotografar. Em nenhum momento da história, com os avanços técnicos das artes, nada ficou tão popular e de fácil alcance quanto a fotografia. Fotografamos, compartilhamos e, tão breve quanto o clique do ato, desaparecemos. Assim voltamos às perguntas “Por que ainda fotografamos?”, “O que nos leva ao registro e ao desaparecimento?”, “A fotografia popular que conhecemos hoje é o chamado que diz o que sobre nosso tempo?”.
    Horário/Local de saída: Das 11h às 13h / Obra de Edgard de Souza (A16)

    Missão Inhotim: um passeio com quem faz as redes sociais do Parque
    Como você retrataria o Inhotim se assumisse as redes sociais do Instituto por um dia? Nesse encontro, será feito um bate-papo itinerante pelos espaços do Parque realizado pela equipe de comunicação do Instituto. Nessa visita, o convite é para pensar e discutir a comunicação no contexto complexo da contemporaneidade, tendo o Inhotim como ponto de partida. O percurso permitirá trocas de ideias para pessoas com interesse em mídias sociais, marketing etc. que querem conhecer os processos de bastidores da comunicação do Inhotim.
    Horário/Local de saída:  Das 11h às 13h / Galeria Praça (G3)

    Horta, horto ou jardim?
    Realizado no Jardim de Todos os Sentidos (J1), no Viveiro Educador, o workshop tem como objetivo principal o ensino quanto à utilização paisagística, gastronômica e medicinal das espécies que fazem parte do Jardim Botânico Inhotim. A atividade conta também com o compartilhamento de experiências e saberes, incluindo a oportunidade dos participantes tirarem dúvidas com especialistas sobre diferentes temas relacionados ao paisagismo.
    Horário/Local de saída:  Das 11h às 13h / Jardim de Todos os Sentidos (J1)

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    Página 1 de 912345...Última »