• EN
  • 08 de julho de 2014

    Redação Inhotim


    artemúsicaprogramação culturalvisita

    Leitura: 4 min

    Programação Inhotim em Cena

    Programação Inhotim em Cena

    A programação cultural do Inhotim para o segundo semestre está repleta de grandes artistas e espetáculos especiais, que se apresentam no projeto Inhotim em Cena. Confira, a seguir, o que estamos preparando para você e já reserve as datas na sua agenda:

    Agosto

    Nos dias 15, 16 e 17, a Companhia de Dança do Palácio das Artes encanta os visitantes do Inhotim. O grupo estreia coreografia criada por Dani Lima especialmente para o Instituto, imperdível! A apresentação é às 14h30, nos jardins do parque. Já no dia 31, o músico Naná Vasconcelos faz show com o multi-instrumentista Lui Coimbra sob o Tamboril, às 15h.

    Setembro

    Os fins de semana de setembro estão repletos de boa música. A programação começa com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, que faz seu concerto anual no Inhotim dia 07, às 16h. No sábado seguinte, 13, o cantor Lenine se une à Orquestra Sinfônica de Minas Gerais para tocar suas composições, às 15h30, próximo ao Tamboril. A experiência, segundo ele, será única: “O bacana de tocar com muitos a música que eu faço é essa coisa do coletivo. Quando isso acontece dentro de um espaço focado na arte, aí fica transcendental.  É outro parâmetro, o sarrafo é muito alto. Estou cheio de expectativa e louco para conhecer o Inhotim, vou aproveitar para visitar as galerias e o vandário”, revela Lenine, que é apaixonado por orquídeas, uma das coleções de plantas do Jardim Botânico Inhotim.

    No dia 21, às 15h, o Ciclo de Música Contemporânea traz obras do brasileiro Sérgio Rodrigo e do compositor palestino Samir Odeh-Tamimi, radicado em Berlim. O concerto é fruto da parceria entre o Inhotim e o Festival Artes Vertentes, que é realizado em Tiradentes/MG. Sob a coordenação do pianista Luis Gustavo Carvalho, diretor artístico do Festival, o evento terá a participação de músicos alemães, ingleses, japoneses e brasileiros.

    Outubro

    No dia 12, é a vez da música popular brasileira de João Bosco tomar conta dos jardins do parque. O artista faz um show criado especialmente para o Inhotim, às 15h, próximo à obra Magic Square.

    Já no dia 19, o Ciclo de Musica Contemporânea encerra o ano com concerto do grupo Sonante 21, juntamente com a cantora americana Martha Herr, às 15h, no Teatro do Inhotim. Eles realizam a peça Pierrot Lunaire, ciclo de canções composto por Arnold Schönberg que se tornou uma das obras mais influentes da música do século 20. A apresentação também marca a estreia de uma obra do compositor mineiro Rogério Vasconcelos, encomendada pelo Instituto Inhotim especialmente para a ocasião. Os ingressos serão distribuídos, por ordem de chegada, 30 minutos antes da apresentação.

    Confira mais detalhes da programação cultural do Inhotim aqui e já garanta seus ingressos!

    O Inhotim em Cena tem apresentação da Pirelli, patrocínio dos Correios e apoio da Saritur.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    03 de julho de 2014

    Redação Inhotim


    brumadinhocomunidadeparceria

    Leitura: 2 min

    Brumadinho mais verde

    Brumadinho mais verde

    Durante o mês de junho, um grupo de 15 jardineiros do Inhotim trabalhou em uma proposta especial: deixar a cidade de Brumadinho mais verde. Por meio de uma parceria com a Prefeitura do Município, o Instituto doou à cidade um projeto paisagístico assinado por Pedro Nehring, responsável pelos jardins do parque, além de todo o material para realizá-lo.

    Foram mais de 500 plantas, como palmeiras, orquídeas, sálvias e agaves, que, agora, enfeitam canteiros e praças. As espécies escolhidas fazem parte do acervo do Inhotim e se adaptam melhor ao ambiente urbano, por isso foram escolhidas por Nehring. “Frequento Brumadinho desde o início dos anos de 1980, quando comecei a construir os jardins que hoje fazem parte do Inhotim. É um orgulho ser o responsável por levar a beleza do parque às ruas de Brumadinho”, revela o paisagista.

    A palmeira azul foi uma das espécies doadas pelo Inhotim para a cidade. Foto: Rossana Magri

    A palmeira azul foi uma das espécies doadas pelo Inhotim para a cidade. Foto: Rossana Magri

    Os moradores da cidade acompanharam de perto a mudança e aprovaram os novos espaços. “Achei que tudo ficou muito bacana. Brumadinho precisava dessa mudança e acredito que seja o início de uma reformulação maior”, avalia Lucas Amorim, comerciante da região central. A intervenção foi apenas uma das etapas do projeto. Ainda este ano o Inhotim realiza novos jardins para a cidade, dando continuidade à parceria.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    27 de junho de 2014

    Leitura: 6 min

    Sugerencias para visitar Inhotim

    Sugerencias para visitar Inhotim

    ¿Qué hay que hacer para llegar allí? ¿Se puede conocer todo el parque en un día? ¿Dónde puedo alojarme? ¿Cuánto cuesta la entrada? ¿Hay estacionamiento? ¿Voy directo desde el aeropuerto, dónde puedo dejar mi equipaje? ¿Se puede hacer una visita guiada?

    Si conocer Inhotim es parte de tu lista de deseos para 2014, en algún momento te vas a deparar con algunas de esas preguntas. Aprovecha las sugerencias y empieza a planear tu visita.

     

    El primer paso es saber cómo llegar.

    El Inhotim está ubicado en Brumadinho (MG)a alrededor de 60km de Belo Horizonte. Para calcular la mejor ruta para tu viaje, haz clic aqui. Si estás en Belo Horizonte, el tiempo promedio del viaje hasta Inhotim en coche es de 1h30 y el estacionamiento en el parque es gratuito. Por otro lado, si llegaste en avión, puedes alquilar un coche o tomar un taxi. Calcula 2h desde el Aeropuerto de Confins hasta el parque ó 1h30 partiendo del Aeropuerto de Pampulha. Una buena noticia es que Inhotim tiene servicio gratuito de consigna para bolsos y maletas. También se puede ir en autobús. La empresa Saritur tiene una línea que sale de la Terminal de Belo Horizonte, ubicada en el centro de la ciudad, de martes a domingo. Para conocer los horarios y valores del autobús haz clic aqui.

     

    Dónde hospedarse.

    Listo, ahora que ya sabes cómo llegar, necesitas decidir si te hospedarás en Brumadinho o en Belo Horizonte. Inhotim tiene un área de visitación de 110 hectáreas, lo que significa que no vas a conseguir conocer todo el parque en sólo un día. Claro que si estás en Belo Horizonte y tienes un día libre, vas a aprovechar la visita. Pero para los que están planeando un viaje que tiene el Inhotim como destino, lo ideal son tres días de visitación. Así, puedes caminar, reflejar y disfrutar de la naturaleza sin prisa. Para conocer las opciones de hospedaje haz clic aqui.

     

    ¿Y ahora?

    Billetes aéreos comprados, hotel reservado, ha llegado la hora de planear tu visita al parque. Como Inhotim es un lugar diferente de todo lo que ya has visto, hay algunas sugerencias que pueden facilitar tu visita. Además de un Centro de Arte Contemporáneo, el Inhotim es un Jardín Botánico. Entre palmeras, flores, lagos e inmensos bancos de madera están las galerías de arte. Eso mismo, arte en medio a la naturaleza. Por eso, caminar es parte de la visita. Para ganar tiempo, la sugerencia es comprar la entrada anticipada. Y si hace falta, también puedes comprar el transporte interno realizado con coches eléctricos. Clic aqui para comprar tu entrada.

    Otra buena sugerencia es navegar virtualmente por el parque antes de conocerlo personalmente. El mapa interactivo ayuda a decidir rutas, a conocer las galerías y hasta a profundizarse en las obras de arte. Por hablar en profundizarse, aqui conoces las visitas mediadas que ocurren en el parque. Los sitios de alimentación están estratégicamente ubicados. Conoce cada uno de ellos. Antes de tomar la carretera, vale leer las reglas de visitación para que todo siga dentro de lo planeado

    Si llegaste hasta aquí, estás muy cerca de realizar tu deseo. Inhotim es un lugar inolvidable. ¡Disfrútalo!

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    27 de junho de 2014

    Luiz Othero

    Business designer e facilitador do Tropos Lab


    educaçãoinovaçãotecnologia

    Leitura: 4 min

    Modelos de negócios inovadores

    Modelos de negócios inovadores

    Durante a 10ª Semana do Meio Ambiente do Inhotim, tivemos a oportunidade de nos aventurar em um workshop de Business Model Generation, a partir do acervo de arte contemporânea e botânica do Instituto. O Business Model Generation é um livro que funciona como manual prático e eficaz para compreender, projetar, testar e implementar modelos de negócios.

    Escrito em colaboração entre 470 profissionais de 45 países diferentes, o livro resultou em uma metodologia simples e assertiva, que permite emergir o potencial criativo e intuitivo a partir de uma linguagem visual. Ao mesmo tempo, ele assegura uma estrutura lógica e racional, transformando a maneira de criar, representar e comunicar modelos de negócios. O workshop foi inspirado nessa publicação e os métodos nele propostos foram apresentados e testados pelos participantes.

    Em um mundo em constante transformação, precisamos de ferramentas que acompanhem a velocidade das mudanças que vivenciamos. O Business Model Generation conta com um quadro, chamado de Canvas, em que os nove elementos que compõem um modelo de negócio são projetados. Com o passar do tempo, as relações que influenciam seu negócio mudam, o cenário fica favorável ou desfavorável e, como nos dias atuais isso acontece em uma velocidade absurda, o Canvas permite que rapidamente uma reconfiguração de seu modelo seja estabelecida.

    O vídeo a seguir explica, de maneira simples, o Business Model Canvas:

    Ao trabalhar o tema dentro do Inhotim, fomos privilegiados com as reflexões que pudemos absorver dos acervos. A obra True Rouge (1997) foi a escolhida para ser observada no início do nosso workshop e, por isso, a que mais contribuiu com o nosso processo de inspiração. Os participantes visitaram a galeria em que está instalada, expandiram os limites de seu potencial criativo para se entregar a um processo intuitivo, colaborativo e multidisciplinar de geração de modelos de negócios. Em diversos momentos do workshop, reflexões provenientes da observação da obra ajudavam no aprendizado das novas ferramentas de geração de modelos de negócio e na expansão da capacidade de reflexão e criatividade dos participantes.

    Os resultados foram surpreendentes. O clima de confiança foi rapidamente estabelecido após observar e compartilhar reflexões da obra de arte e a criatividade e colaboração apareceram de forma natural ao longo de todo o tempo do workshop. Os participantes conseguiram absorver o conteúdo rapidamente e partiram para a prática. Durante o preenchimento do Canvas, as dúvidas apareciam e se resolviam dentro do próprio grupo, quase sem a intervenção do facilitador. O Business Model Generation powered by Inhotim foi testado e validado!

    Quer conhecer mais sobre o método Canvas? Então visite o site oficial do Business Model Generation, em que é possível fazer o download do modelo do quadro.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    26 de junho de 2014

    Redação Inhotim


    programação culturalvisita

    Leitura: 3 min

    Invasão estrangeira no Inhotim

    Invasão estrangeira no Inhotim

    Desde que a Copa do Mundo desembarcou no Brasil, o Inhotim tem recebido uma profusão de estrangeiros, ávidos por boas lembranças do passeio. São rostos e sotaques de todas as partes do mundo, prontos para abrir um sorriso e gritar, orgulhosos, o nome de seu país de origem. Não é que receber visitantes internacionais seja coisa rara para o Instituto. Na verdade, cerca de 20% do público do parque vem de outros países, e, durante as duas primeiras semanas de competição, essa média já subiu para 60%.

    “Sou professor de arte na Bélgica e conheci o Inhotim em um documentário que passou na maior rede de TV do país. Aproveitei que estou no Brasil por causa da Copa do Mundo para conhecer essa maravilha!”, conta Koen Verhaeghe, enquanto observa a escultura de 4 metros de altura do artista brasileiro Cildo Meireles. Batizada de Inmensa (1982-2002), a obra, estava no roteiro da visita panorâmica em inglês da qual o belga fez parte e que foi criada especialmente para esse fluxo de turistas trazidos pelo mundial.

    De hermanos argentinos a paquistaneses e israelenses – que, diga-se de passagem, nem tiveram suas seleções entre as convocadas – o Instituto já recebeu mais de 20 nacionalidades diferentes. Os norte-americanos Lisa Christiansen e Ryan Samuelson descobriram o parque nas pesquisas que fizeram ainda em casa, antes de chegarem à América do Sul, há nove meses. “Quando vi as fotos do Inhotim na internet, percebi que deveria ver de perto este lugar”, ela revela.

    Casal de norte-americanos que viaja pela América do Sul não deixou o Inhotim de fora do roteiro. Foto: Rossana Magri

    As paisagens do Inhotim garantiram ao parque um lugar no roteiro do casal norte-americano. Foto: Rossana Magri

    Também ficou com vontade de conferir as belezas do Inhotim? Comece a planejar sua visita agora. Confira os horários de funcionamento do parque.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    Página 30 de 42« Primeira...1020...2829303132...40...Última »