Leitura: 3 min

Dias de poesia no Inhotim

Dias de poesia no Inhotim

Percorrer os caminhos sinuosos, as trilhas instigantes, respirar ar puro e, a cada instante, se deparar com uma obra de arte. Parar no tempo e pensar no que nos inspira. O que se torna ou é a poesia? Estar no Inhotim é uma experiência em que a vida e a arte se transformam em uma só coisa, como uma simbiose, um instante em que tudo se torna poético. Abra os braços e esteja aberto para descobrir, com delicadeza, cada pedacinho e espaço deste lugar.

No Inhotim, a poesia ganha representações diversas. Uma criança que observa, encantada, os pássaros na beira do lago. O arrepio de pisar em cacos de vidro. A emoção de ouvir uma sinfonia antiga de um coral de 40 vozes. Olhar para o céu e não saber se é nuvem, se é continente, ou se tudo atravessa mesmo o campo da imaginação, do sentir inspirado e do olhar para o novo. A poesia, aqui, é estar vivo e deixar que a voz declame, recite, exclame, fale que o mundo vai além do que se vê.

Em comemoração ao Dia Nacional da Poesia, celebrado em 14 de março, o Inhotim realiza, nesta semana, um Sarau nos jardins do parque. Os pés da árvore do Tamboril tornam-se palco aberto para todos os amantes das palavras. Venha e ofereça aquela poesia guardada de cabeça, rabiscada num pedaço de papel ou escrita em um livro predileto.

sarau-rossana-magri-post

Foto: Rossana Magri

Sarau Poético
11, 14 e 15 de março
10h às 12h e 14h às 16h aos pés da árvore Tamboril

Confira a programação completa de março.

comente

  • Twitter
  • Facebook
  • Google +