Leitura: 3 min

Arte, natureza e literatura na Biblioteca Inhotim

Arte, natureza e literatura na Biblioteca Inhotim

Desde que me aventurei pelo caminho da curadoria, venho prestando bastante atenção em espaços de convivência para leituras, estudos e pesquisas. Como frequentadora assídua do Instituto não deixo escapar detalhes de qualquer cantinho que seja.

Em minha última visita, me deparei com uma interessante – e importante – descoberta. Não era mais uma surpreendente galeria, obra de arte ou espécie botânica, mas sim uma singular biblioteca no Centro de Educação e Cultura Burle Marx.

Fiquei impressionada pelo vasto acervo de mais de 6 mil títulos não só sobre arte moderna e contemporânea, mas também botânica e muito mais. Títulos especiais, minuciosamente catalogados, dos mais diversos artistas e editoras, nacionais e internacionais.

Além dos livros que se aprofundam nas coleções de arte do Inhotim, o acervo também contempla livros biográficos dos artistas, catálogos de exposições e bienais, textos diversos e várias outras obras literárias relacionadas aos diversos movimentos artísticos e história da arte.

O acervo é ímpar. Me deparei com singulares livros de arte que não são fáceis de encontrar em bibliotecas ou livrarias hoje em dia, assim como edições raras que já não são produzidas mais.

Ah, e não podia deixar de mencionar o lúdico do ambiente. A biblioteca é um espaço de convivência – silencioso, claro -,  fantástico que convida diferentes tipos de públicos e leitores, inclusive os mirins. Recomendo a visita para pesquisadores, estudantes e todos que se interessam por artes plásticas, fotografia, história, literatura e botânica. O espaço é propício para breves leituras numa tarde chuvosa e também para aqueles que buscam debruçar-se em longos projetos de pesquisa.

Frequentar a Biblioteca do Inhotim, me faz refletir cada vez mais sobre o papel destes espaços na sociedade contemporânea. Assim como os museus, é preciso pensar a biblioteca como importante espaço de convivência cultural que estimula nossa imaginação e relação com a cultura.

E essa é a proposta da Biblioteca do Inhotim, convidar o público para uma experiência rica em conhecimento que contempla uma coletânea de obras literárias que envolve toda a essência do Instituto. Afinal, arte, natureza e literatura são um excelente convite.

Imagine um rico acervo literário situado no meio de toda a exuberância da natureza em uma das paisagens mais únicas de Minas Gerais. Como disse o filósofo Cícero, “se temos uma biblioteca e um jardim, temos tudo”.

Conheça a Biblioteca do Inhotim.  De segunda a sábado de 09:00 às 17:00.

comente

  • Twitter
  • Facebook
  • Google +